← Voltar para a página inicial do Blog

Integração na empresa: como integrar marketing, vendas, compras e pricing?

Integração_na_empresa_como_integrar_marketing__vendas__compras_e_pricing.jpg.jpeg

A busca por resultados positivos deve ser a meta de todos os departamentos de uma empresa. E para alcançar esse tipo de objetivo, é necessária a integração de todos os setores, desde o time administrativo até os diretores e sócios da empresa. Existe, porém, uma necessidade de alinhamento de esforços ainda maior entre os times de vendas, compras, marketing e pricing, visto que eles possuem um elevado poder estratégico dentro de uma empresa.

O trabalho desses quatro departamentos está tão conectado que os resultados obtidos por um podem impactar profundamente os resultados que serão obtidos pelos outros times. Por isso, este texto vai apresentar as estratégias mais utilizadas para alinhar adequadamente esses departamentos, de forma a ajudar no alcance dos melhores resultados possíveis e manter a integração na empresa. Confira!

O papel de cada time

Os setores de marketing, vendas, compras e pricing têm resultados completamente atrelados. Por isso, é necessário que se tenha uma visão bem clara de todo o processo, desde o momento da prospecção do cliente até o trabalho de fidelização. Assim, é possível montar um fluxo, no qual o papel de cada setor fique claro, bem como as suas expectativas de resultado.

As responsabilidades dos times de compras e pricing estão ligadas à estruturação de cada produto ou serviço, antes mesmo do seu lançamento no mercado, o que aumenta ainda mais o impacto das suas ações sobre os demais times. Já as equipes de marketing e vendas são a linha de frente da empresa, sendo que um opera sobre o sucesso do outro, pois o time de marketing é o responsável por criar toda demanda que será absorvida pelo time de vendas.

Base de dados integrada

Informação é poder! Essa é uma verdade que tem grande impacto sobre qualquer modelo de negócio. É recomendado que todos os setores tenham acesso aos dados que os ajudarão a executar melhor seu trabalho e trazer a empresa para mais perto dos seus objetivos. Para isso, é interessante que se estabeleça uma base tecnológica que congregue todos os dados e os apresente a cada um dos setores da empresa.

Existem muitas opções de plataformas tecnológicas que podem ser usadas para integrar toda a empresa, tais como CRM’s, sistemas de compras, automação de pricing e marketing. Apesar de sua importância, essas bases são ignoradas pela maior parte dos empresários brasileiros. Em pesquisa realizada pelo site Precifica, entre os entrevistados que consideram os softwares de pricing intelligence relevantes, apenas 12% utilizavam essa tecnologia.

Criação de SLA

Outra iniciativa que pode ajudar na aproximação de integração dos setores da empresa é a criação de SLAs – Service Level Agreement. O estabelecimento de termos como esse pode ser bem precioso, pois ajuda a definir como será o relacionamento entre os times da empresa.

A operacionalização de um SLA parte inicialmente da definição de metas, além da proposição dos prazos e das métricas para o acompanhamento dos resultados.  Além disso, as métricas devem ser continuamente ajustadas à medida que os primeiros resultados são alcançados. É importante destacar que as metas propostas devem ser simples, alcançáveis e encorajadoras.

Foco no cliente

Um dos erros mais cometidos pela maioria das empresas é o desconhecimento sobre o cliente. Nesses cenários, o desenvolvimento de um perfil bem detalhado é muito importante para que se possa mapear todas as necessidades do cliente, assim como as oportunidades que ele pode oferecer para a empresa.

Esse tipo de informação geralmente fica preso aos times de marketing ou vendas. No entanto, é primordial que exista um esforço para que todos os outros setores tenham acesso a essa informação, a fim de ajudar na criação de ações assertivas e que atendam todas as necessidades dos clientes.

Os passos destacados neste post são importantes para dar início a uma estratégia eficiente de integração dos setores de vendas, compras, marketing e pricing de uma empresa. Quer conhecer técnicas de precificação para seus produtos? Então confira no e-book “Guia sobre precificação: aprenda a precificar os produtos do seu e-commerce”!

Gostou desse conteúdo?