← Voltar para a página inicial do Blog

O preço ideal: quatro passos para encontrá-lo

right_price

O preço é, de longe, o principal item levado em conta pelo consumidor em uma compra online, segundo levantamento do relatório Webshoppers, que mostra que oferecer bons descontos é a principal motivação do usuário na hora da compra. Contudo, não são todos os empreendedores que conseguem montar uma estratégia de precificação atrativa. Antes de definir os valores dos produtos é preciso pensar em outros aspectos inerentes ao negócio. Confira um passo a passo para traçar o melhor planejamento para seus preços:

1 – Identifique todos os custos envolvidos na operação do negócio

A primeira etapa consiste em detalhar todos os gastos envolvidos para manter a empresa ativa. Muitos empreendedores calculam apenas o investimento feito para o estoque, mas esquecem que uma loja virtual possui outros custos inerentes como: impostos, frete, custos sobre a venda (como taxas para operadoras de cartões e embalagens), campanhas de marketing, entre outros. O preço praticado precisa cobrir todos esses custos. Caso contrário, o e-commerce vai operar no vermelho logo nos primeiros meses.

2 – Determine a elasticidade de preço do seu portfólio

Após colocar na ponta do lápis as despesas envolvidas, é hora de determinar a elasticidade do preço de cada produto do catálogo. Ou seja, é necessário determinar o valor mínimo que ele pode ser vendido sem afetar a rentabilidade, e também o máximo, que não espante os clientes. Dentro dessa margem o empreendedor pode trabalhar o preço da melhor forma possível sem se preocupar com queda nos lucros e com isso medir em um período qual nível de preço foi responsável pelo maior volume de vendas.

3 – Monitore os concorrentes e descubra as práticas do mercado

É recomendável analisar atentamente o mercado e descobrir a prática de precificação dos principais concorrentes do segmento. Com soluções tecnológicas que monitoram em tempo real os maiores players, o varejista consegue ter insights que o ajudam a definir sua estratégia e estabelecem limites nos preços.

4 – Verifique oportunidades para realizar promoções ou até elevar os preços

Como já foi dito, os preços não podem ser estáticos: eles precisam flutuar ao longo do dia ou da semana. Se o preço da loja está acima dos concorrentes e há margem para reduzir o valor, é uma ótima oportunidade para realizar promoções e atrair novos clientes. O contrário também é válido: um item exclusivo pode ter seu preço elevado, sem comprometer as vendas aumentando assim as margens de lucro.

Gostou desse conteúdo?