← Voltar para a página inicial do Blog

4 dicas para otimizar a precificação em marketplaces

Otimizar as estratégias de precificação em marketplaces é extremamente importante para as empresas que vendem nesses centros de compras. Afinal, o preço é um dos principais critérios utilizados para dar destaque aos produtos e deixá-los mais suscetíveis ao consumo dos clientes.

No entanto, não é aconselhável fazer isso de forma aleatória. É preciso definir um bom processo e considerar diversos fatores para chegar a um valor adequado. Quer descobrir como? Então confira o conteúdo a seguir e conheça 4 dicas para otimizar a precificação em marketplaces.

Analise a concorrência

Analisar a concorrência é uma atitude indispensável para quem deseja atingir o preço ideal em suas mercadorias. Para isso, é importante fazer uma boa pesquisa de mercado e verificar qual é o valor pedido pelos líderes do seu setor. Dessa forma, você descobre quanto o mercado está efetivamente disposto a pagar pelo que você tem a oferecer.

Depois, é hora de tentar ficar discretamente abaixo desse patamar. Logicamente, você também precisa considerar outros fatores. No entanto, ao cobrar uma quantia um pouco menor, seus itens estarão mais próximos de alcançar o destaque no BuyBox, e sua empresa pode compensar com sobras essa redução por meio do volume de vendas.

Considere os custos

Os seus custos também precisam ser considerados na hora de otimizar a precificação em marketplaces. Mesmo que você tenha produtos similares aos da concorrência, é necessário ponderar se os seus processos produtivos são mais ou menos dispendiosos, antes de chegar a uma quantia.

Entram nessa conta o gastos fixos e variáveis, incluindo aí o preço dos fornecedores, o salário dos funcionários, a logística, a estrutura, a operação, os impostos entre outros. Faça um bom levantamento. Dessa forma, você impulsiona seu negócio e não corre o risco de cobrar um valor inferior ao custo de produção.

Avalie seus diferenciais

Também é possível precificar levando em conta os diferenciais que sua empresa e seus produtos estão oferecendo ao cliente. É o famoso “valor agregado”, que leva em conta não somente a questão monetária das mercadorias, mas também outros fatores, como a imagem da empresa, a exclusividade do serviço, a qualidade dos itens entre outros.

Tais fatores podem não ser tão facilmente reconhecidos, mas se você observá-los com atenção, poderá melhorar suas margens de lucro e precificar com mais inteligência, deixando seus artigos mais atrativos para o seu público-alvo.

Observe os estoques

Observar os estoques pode parecer uma dica simples, mas o fato é que muitos empreendedores não dão a devida importância para essa estratégia. Você deve configurar ações de aumento ou redução de preços de acordo com a indisponibilidade do seu próprio estoque e, especialmente, o das lojas concorrentes.

Se você possui algo que está em falta no momento, é possível capitalizar esse fator por ser a única loja virtual a oferecer o produto. O oposto também vale: se um item está sendo oferecido em grande quantidade, é interessante reduzir as margens de lucro para que ele não encalhe no seu acervo.

E então, gostou dessas dicas para otimizar a precificação em marketplaces? Então confira também esse artigo sobre as métricas e sua importância em um e-commerce!

marketplace_banner-conteudo_v2 (2)

 

Gostou desse conteúdo?

Posts relacionados