← Voltar para a página inicial do Blog

Gerenciamento de logística: como fazer em um marketplace?

gerenciamento-de-logistica-como-fazer-em-um-marketplace.jpeg

Cuidar e estar no marketplace requer muito planejamento para que os processos internos não prejudiquem a decisão de compra do cliente. Afinal, o varejo virtual tem suas particularidades e uma delas é o seu funcionamento de 24 horas por dia, sem descanso. Por isso, é importante rever o que está sendo feito para o gerenciamento de logística, a fim de organizar e alinhar todos os processos vinculados a ele.

A logística nada mais é do que o monitoramento e controle eficiente dos procedimentos de execução que fazem o produto chegar da empresa até as mãos do destinatário. Logo, transporte, valor do frete, contato com o fornecedor, gestão de estoque, atendimento ao cliente, otimização do site e ambiente virtual são processos impactados pelo gerenciamento de logística.

É fácil concluir que essa é uma tarefa fundamental para o sucesso de seu negócio, não é? Continue lendo o nosso artigo e veja como fazer um gerenciamento de logística eficiente no marketplace.

Primeiro passo importante: otimizar processos

Um dos principais processos nos quais a logística em um marketplace precisa ser altamente eficiente é o controle do estoque. Portanto, é preciso que haja otimização no inventário, por meio de registros e relatórios diários, para que a equipe responsável tenha clara noção dos produtos que estão saindo e entrando.

Assim, além de aumentar a produtividade, uma vez que a gestão de estoque estará organizada e alinhada conforme as vendas e pedidos de fornecedores, a equipe poderá se concentrar em outras tarefas ou até agilizar a separação dos pedidos, sabendo ao certo a disponibilidade de cada item.

Além disso, é necessário que o estoque seja atualizado regularmente, para que as informações corretas sejam expostas no site virtual. Assim, você não perde vendas e seu cliente é notificado da disponibilidade.

E, dependendo da demanda do produto, o gestor poderá saber o prazo para repor o item, a quantidade necessária e ainda estará apto para substituir ou liquidar aqueles produtos que não estão tendo saída.

Segundo passo no gerenciamento de logística: usar tecnologia adequada

A maioria dos processos logísticos podem ser automatizados para agilizar e evitar erros humanos, principalmente na hora de liberar os pedidos, efetuar transações e indicar a disponibilidade ou não do item. A tecnologia tornou-se uma ferramenta essencial para promover a produtividade e a otimização da gestão do estoque.

A geração de relatórios referentes ao registro da entrada e saída dos produtos, por exemplo, pode ser automatizada com sucesso. Realizar essa atividade manualmente é tarefa improdutiva e demorada. Com a tecnologia, a mão de obra também pode ser reduzida, eliminando-se custos com contratação e manutenção de uma equipe muito numerosa.

Terceiro passo para gestão de sucesso: monitorar constantemente

Quando se fala em estoque, o gerenciamento de logística também deve atentar para o monitoramento desse espaço. A segurança é um dos itens obrigatórios que um marketplace deve assegurar ao consumidor e fornecedor, visando a credibilidade da organização. Ao monitorar, você evita furtos, quebras, manuseamento e acondicionamentos incorretos.

Assim, os produtos chegam ao consumidor em perfeito estado e não há dificuldade em administrar a quantidade certa para cada mercadoria.

O monitoramento também tem relação com a gestão do estoque em tempo real, no sentido de saber a disponibilidade de cada produto, qual produto precisa ser reposto e em que momento a loja virtual deve notificar sobre a indisponibilidade.

Como você percebeu, o gerenciamento de logística é um processo valioso para aumentar as vendas no marketplace e melhorar o desempenho e a produtividade da empresa.

Se você gostou do post e quer ficar por dentro das novidades, assine a nossa newsletter!

Gostou desse conteúdo?