← Voltar para a página inicial do Blog

Como reduzir custos de frete na minha loja virtual?

No planejamento estratégico de um e-commerce aparecem questões relacionadas a design responsivo, checkout inteligente e gestão de custos, que são essenciais para o funcionamento adequado do comércio eletrônico.

Nesse contexto, um dos pontos que pode tirar o sono da equipe é como reduzir os custos de frete, já que isso interfere bastante no nível de competitividade e no faturamento da sua loja virtual. Pensando nisso, preparamos algumas dicas para ajudar você nessa missão. Confira!

1. Mantenha os dados atualizados

O primeiro passo é deixar tudo organizado. Você precisa ter em mãos os dados sobre a receita, a fim de extrair o percentual gasto com esse tipo de encargo. A conta  é simples, basta aplicar essa pequena fórmula: frete/faturamentos = % do custo com o frete.

Por exemplo, se nos últimos três meses o seu faturamento foi de R$ 100 mil, com frete de R$ 5.000, então, tem-se aí 5%.

A partir desse indicador, é possível compreender outros pontos relevantes como preço a ser aplicado nos produtos e tarifas por localidades, ou seja, isso te ajuda a visualizar as regiões em que os custos são maiores ou menores. Daí, você consegue pautar cada uma delas como deve ser, implementando ações estratégicas para essas demandas.

2. Revise o custo das entregas

O frete grátis pode atrair clientes para a sua loja virtual, certo? No entanto, você não pode oferecer tal benefício para todas as regiões em qualquer produto. Em primeiro lugar, é necessário considerar o fluxo; depois, o valor agregado à mercadoria.

Nesse caso, se a saída de produtos para determinados lugares é considerável e a quantia cobrada pelo item é significativa, então vale a pena revisar esse quesito, a fim de disponibilizar a gratuidade para os clientes que se enquadram nesse grupo.

Que tal pensar na possibilidade de estipular um limite mínimo para compra? Essa é uma tática interessante, pois te ajuda a manter o caixa equilibrado, principalmente quando o frete em determinada região é muito alto.

3. Considere a descentralização na distribuição

Se o custo com estoques compensar, aposte na implementação de pequenos centros de distribuição, porque essas operações locais são estratégicas e te ajudam a reduzir no gasto com o frete. Além disso, você ganha em experiência com o cliente e ainda pode melhorar a qualidade do serviço.

4. Aposte em parcerias para reduzir custos de frete

Contatos, quem não precisa deles? Se você quer reduzir custos com frete, deve pensar fora da caixa. Como assim? Não aposte todas as suas fichas nos Correios, pois as transportadoras e serviço de motoboy, por exemplo, também podem ser aliados nessa busca por um gestão financeira eficiente.

É mais interessante negociar com as transportadoras quando se trata de cargas maiores, até porque essas intermediadoras são mais flexíveis e podem te apresentar propostas atrativas.

5. Tente negociar com os clientes

Assim como as parcerias, o contato com o consumidor pode gerar resultados surpreendentes. Um deles, certamente, tem a ver com a otimização das rotas: com os agendamentos, as tentativas de entregas frustradas são corrigidas, propiciando uma melhora considerável na produtividade, já que a capacidade dos veículos passa a ser melhor aproveitada.

Reduzir custos de frete é uma tarefa que exige organização e planejamento. Nem sempre alinhar esses dois pontos é simples. Em alguns casos, muita coisa se perde pelo caminho. Para não correr esse risco, mantenha os dados atualizados, seja pelo método manual ou com ajuda de softwares e de profissionais especializados.

Muito se fala do crescimento do e-commerce no Brasil e no mundo, mas você sabe como gerenciar as demandas em uma loja virtual? Assine a nossa newsletter e fique por dentro!

Gostou desse conteúdo?