O EAN (European Article Number), como é conhecido no mercado, trata-se do famoso código universal formado pela sequência de linhas e números que acompanham qualquer item de mercado.  São emitidos pelos fabricantes do produto, e auxiliam revendedores e importadores a identificar tecnicamente cada item em qualquer etapa da cadeia logística.

Como a principal função do EAN é transmitir uma série de informações específicas sobre um determinado produto - esteja ele onde estiver -, sua utilização no e-commerce é uma importante fonte de dados e referências para o consumidor final.

Código de barras online: informação que faz diferença

Grande parte do público costuma pesquisar produtos de interesse na internet mesmo quando tem a intenção de realizar sua compra em lojas físicas. O mesmo processo também ocorre no showrooming, quando o comprador avalia o mesmo produto in loco para posteriormente realizar seu pedido pela internet procurando as melhores ofertas.

É uma tendência cada vez maior que o consumidor faça uso de todos os canais omni-channel para realizar buscas por informações mais completas e mais apuradas sobre seus bens de consumo (mesmo os artigos mais corriqueiros). E é exatamente para acompanhar a mudança de comportamento do público que a EAN vai ser extremamente útil e eficiente para dar maior credibilidade a um e-commerce.

Benefícios para o comprador

Um dos hábitos mais nocivos no varejo online é a falta de preocupação de grande parte dos lojistas em padronizar e organizar as informações de seu catálogo. Além da tradicional descrição de produto (que deve ser o mais detalhada possível, incluindo recursos de imagem e vídeos demonstrativos), a implementação do código de barras online trará uma gama ainda maior de informações técnicas sobre cada produto.

Quando o consumidor que visita seu site tem a oportunidade de consultar informações provenientes diretamente do fabricante do produto, sem precisar realizar uma pesquisa adicional, consequentemente haverá maior confiança junto a loja online.

E é exatamente isso que o código de barras faz pela página do produto: uma ponte entre a loja e a origem do item atestada pelo fabricante. Graças ao EAN, qualquer pessoa pode verificar a procedência, aspectos físicos, funções e descrição técnica do produto fornecidas por uma fonte confiável.

Esse tipo de informação é tão relevante para o bom desempenho no comércio eletrônico que grandes comparadores de preço como o Google Shopping, Buscapé e Submarino exigem que seus anunciantes adicionem o número do código de barras online na descrição do produto, ampliando as possibilidades de consulta sobre os itens comercializados nesses domínios.

O consumidor também pode utilizar o número do EAN para realizar suas pesquisas. Para assegurar que está buscando um modelo específico, como por exemplo, um smartphone X, basta digitar a numeração do código de barras e os buscadores trarão somente os links das lojas que publicaram essa informação, filtrando e excluindo os sites que não disponibilizam essa dado vital sobre o produto.

Benefícios para o varejista

Além de proporcionar  informações mais precisas, detalhadas e consistentes sobre cada item de um catálogo, outro ponto positivo do código de barras online é sua melhoria nas operações logísticas de uma loja virtual.

Como o EAN é único para cada produto, como um tipo de registro de nascimento, ele é um poderoso diferenciador de similares comercializados em grande escala. O código de barras online auxilia no desenvolvimento de processos mais exatos de separação e expedição de pedidos, evitando uma série de pequenos erros que podem levar à entrega de um produto de cor ou modelo errado até o cliente.

Essa verificação eletrônica diminui consideravelmente as chances desse tipo de equívoco, impactando positivamente a receita de um e-commerce que não precisará assumir gastos de logísticas reversa para trocas e reenvio constante.